MARATONA FILOSÓFICA: RESULTADOS FINAIS

maratonafil

De cerca das 10h da manhã até à meia noite. Aproximadamente 14 horas de diálogo filosófico no muito simpático e acolhedor Duas de Letra, que nos levaram desde o tema escolhido pelos primeiros participantes da manhã, a “Justiça”, à discussão final sobre a “Existência de Verdades Morais” que entrou pela noite dentro.

Entretanto  o grupo, que se foi renovando à excepção dos três estóicos moderadores de serviço, o Rui André, o Tiago Sousa e eu próprio, foi caminhando mentalmente por um percurso mais ou menos acidentado por problemas como:

a “igualdade e a desigualdade na prossecução da justiça”, onde sentimos necessidade de distinguirmos dois conceitos de “igualdade” que no momento baptizamos de “igualdade de origem” (ex. nascer coxo) e “igualdade de tratamento” (ex. ter acesso a um tapete rolante);

A “necessidade da desigualdade para a justiça”, onde nos servimos do exemplo que o Tiago foi buscar ao livro “Sobre a desigualdade“, do Harry Frankfurt onde 10 pessoas necessitam de 10 pães para sobreviverem, mas apenas estão disponíveis 80. A solução mais justa seria, segundo Frankfurt, uma solução desigual onde 10 pães são entregues a 8 pessoas sacrificando outras duas. Se esta seria ou não uma decisão justa foi o tema que nos ocupou durante boa parte da manhã em torno da pergunta “A desigualdade de tratamento é uma condição necessária  da justiça?”

A nossa tentativa de responder à questão anterior levou-nos a outra pergunta que achamos pertinente. A de saber “Quais as condições para uma acção ser moral?”. O que nos levou para uma abordagem aos conceitos de “amoralidade” e “imoralidade”, “moral individual e moral de grupo”. O que, por sua vez, nos levou a querer saber “O que é um grupo?”. E por aqui ficámos algum tempo a discutir em qual destes dois planos se passeia a moral, no “plano social” ou no “plano individual”.

Por esta altura, já depois do almoço, as considerações de alguns participantes sobre a possibilidade de uma moral individual levaram a que fosse escolhida uma nova pergunta para orientar o nosso diálogo. Alguém perguntou se “um demente é capaz de acções morais?” e essa pergunta entusiasmou os presentes para mais algumas horas de conjecturas e refutações filosóficas.

Como é óbvio o conceito de “demente” foi relativamente esmiuçado, navegando da demência total (inconsciência, patológica, etc.) até à simples ignorância ou distracção. Para isso foi-nos útil o exemplo avançado por um participante de saber se seria correcto culpar “alguém, ignorante das regras do local, que entrasse calçado numa mesquita?”

Não demorou muito até que ganhássemos coragem para abordar aquele importante conceito que parece estar presente em todas as discussões de Filosofia, o conceito de “verdade”. A questão lançada foi se “a verdade tem alguma ligação à moral?” e já seriam umas 20h00 quando esta pergunta surgiu. Estávamos há cerca de dez horas a filosofar e então decidimos jantar. Durante o jantar as discussões continuaram mas de uma forma mais livre e espontânea, 0u melhor, menos organizada.

Depois do jantar uma pergunta captou a atenção dos presentes (os que se podem ver na foto). “Existem verdades morais?”

Foi com esta pergunta que acabámos esta exigente Maratona de Filosofia. Foi bom contar com os meus amigos do Clube Filosófico do Porto para esta difícil empreitada, o Tiago, o Rui e todos os velhos amigos que nos foram ajudar a pensar (a Sandra veio de Lisboa). Foi bom vê-los a todos. E também foi muito bom ver caras novas que, esperamos nós, tenham ficado de alguma forma viciados nesta forma de se fazer Filosofia que nos foi ensinada por Sócrates.

Até breve!

Tomás Magalhães Carneiro

  • para receber notícias dos nossos eventos envie mail para clubefilosoficodoporto@gmail.com

 

Anúncios

2 thoughts on “MARATONA FILOSÓFICA: RESULTADOS FINAIS

  1. *Bom dia Caríssimo Tomás*

    *É possível receber um resumo do resultado dos debates ? ou ainda áudio ? Digo isso porque aqui do Brasil acompanho por e mail vossas discussões e não tenho acesso , obviamente, a esses resultados. Seria possível atender esse meu pedido de uma forma ou outra ?*

    *Att.*

    *Alexandre *

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s