FILOSOFIA COM CRIANÇAS: SABEMOS¿

DSCF0909[1]

Este é um exercício que permite aos nossos alunos reflectir sobre a importância e o efeito das perguntas no conhecimento e sobre a própria natureza do conhecimento.

No início da sessão é desenhado no quadro um esquema onde estão representados três tipos de perguntas:

 (!) – Perguntas que já sabemos a resposta 

(?) – Perguntas que não sabemos a resposta mas podemos vir a saber

(¿)  – Perguntas que não sabemos a resposta e nunca poderemos vir a saber 

Pensar sobre estes três tipos de perguntas  faz-nos pensar simultaneamente sobre a importância, as possibilidades e os limites das perguntas. São as perguntas que nos permitiram descobrir aquilo que sabemos (!), que nos permitem vir a descobrir o que ainda não sabemos (?) e, também, nos permitem saber aquilo que nunca poderemos vir a saber (¿) .

Uma vez iniciado o diálogo acerca das escolhas dos alunos é muito provável que surjam questões relacionadas com a possibilidade e impossibilidade (físicas, psicológicas, lógicas, metafísicas, etc.), sobre a necessidade e a contingência, sobre os limites da ciência e do conhecimento, etc.  Por esse motivo este é um exercício filosófico que à semelhança deste – A Caixa das Coisas Impossíveis –  pode ser realizado por crianças de qualquer idade (inclusive crianças-adultas) e pode ser uma boa proposta para algumas aulas de Filosofia no Ensino Secundário onde se discutam o papel da Filosofia e as características das perguntas filosóficas (10º ano – “Abordagem à Filosofia e ao Filosofar”) ou a natureza e limites do acto de conhecer (11º – “”Descrição e interpretação da actividade cognitiva”).

Exercício – O que Sabemos ¿ 

Nota Prévia – Existem muitas formas de dinamizar este exercício em sala de aula. Esta é apenas uma proposta que resulta bem com grupos grandes (25 alunos aprox.). Dividir o grupo em mini-grupos (de 4 a 5 alunos) permite que todos participem e que surja mais variedade de ideias. É também uma forma de o professor ir percorrendo estes mini-grupos e ir interagindo de forma mais pessoal e directa com cada um dos alunos.

1 – Apresentação do esquema/desenho (ver foto em cima)

2 – Dividir a turma em grupos de 4/5 alunos

3 – Cada grupo tem 10 minutos para discutir entre si e apresentar 3 perguntas para cada categoria (!), (?) e (¿)

4 – No fim deste período cada grupo deve escolher uma pergunta para cada categoria (o critério da escolha deve ser decidido por cada grupo).

5 – As 3 perguntas de cada grupo são colocadas no quadro nas respectivas categorias.

[a partir daqui dissolvem-se os mini-grupos e o diálogo é realizado com todos]

6 – Cada alunos escolhe uma pergunta que considere que não esteja na categoria certa e justifica a sua escolha.*

* em alternativa o professor pode escolher trabalhar uma categoria de perguntas por sessão e pedir aos alunos que encontrem pelo menos uma pergunta que não deve estar na categoria sugerida.

 7 – Diálogo de grupo acerca das várias perguntas e sua categorização.

Bons Diálogos!

Tomás Magalhães Carneiro

Vídeo – Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4

————————————————————————————————————————————————————-

english version (google tradutor)

Philosophy with Children – We Know ¿

This is an exercise that allows our students to reflect on the importance and impact of questions in knowledge.

At the beginning of the exercise we introduce students to three types of questions(see photo on top):

(!) – Questions we already know the answer
(?) – Questions we do not know the answer but we can come to know
(¿) – Questions we do not know the answer and will never know

Thinking about these three types of questions makes us think about the importance, possibilities and limits of questions. Questions allow us to discover what we know (!), allow us to find out what we do not know (?), and also lets us be conscious that that there are limits to what we can know (¿).

Once the dialogue between our students starts many questions can occur about possibility and impossibility (physical, psychological, logical, metaphysical, etc..), necessity and contingency, the limits of science and knowledge, etc.. This is a philosophical exercise that can be performed by children of any age and adults and also on philosophical classes where the role of philosophy and the characteristics of philosophical questions are adressed.

Exercise – We Know ¿

Foreword – There are many ways to boost this exercize in the classroom. This is just a proposal that works well with large groups (25 students approx.). Dividing the group into mini-groups (4-5 students) allows everyone to participate and allows more variety of ideas to emerge. It’s also a way for the teacher to walk around these mini-groups and interact personaly with each student.

1 – Presentation layout / design (see photo above)

2 – Divide the class into groups of 4/5 students

3 – Each group has 10 minutes to discuss among themselves and discover as many questions as they can for each category (!), (?) and (¿)

4 – At the end of this period each group should choose one question for each category (the criterion of choice should be decided by each group).

5 – Three questions of each group are placed under the respective categories.

[hereinafter the dialogue is carried out with the all group]

6 – Each student chooses a question he thinks is not in the appropriate category and justifies his choice.

7 – Group dialogue on the various questions and their categorization.

Good Dialogues!
Tomás Magalhães Carneiro

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s