Filosofia com Crianças_O BALÃO TEM UM RABO?

O objectivo da Filosofia com Crianças é colocar as crianças em situações de Diálogo Filosófico entre elas. Esse Diálogo Filosófico é possível sem que o conteúdo do próprio diálogo seja filosófico uma vez que a ênfase deste trabalho com as crianças é colocada nas competências filosóficas desenvolvidas e não nos resultados filosóficos atingidos.

Veja-se o que aconteceu nesta sessão.

Esta semana numa turma de meninos e meninas de 4/5 anos no Jardim de Infância “A Flor” no Porto procurávamos trabalhar uma competência filosófica muito básica, a comparação, e para isso discutíamos as semelhanças e as diferenças entre uma Bola de Ténis e um Balão.

“O balão tem um rabo e a bola não.” (Francisco)

“O balão não tem um rabo porque não tem risco e a bola tem.” (Leonor)

“Um rabo não é um risco, é um buraco.” (Afonso)

“Não, um rabo é um risco com um buraco no meio.” (Inês)

E desta forma, ajudando-se mutuamente, o grupo chegou à conclusão que o balão não podia ter um rabo pois apesar de ter um buraco não tinha risco. Por isso precisámos de pensar mais um bocado até descobrirmos o conceito que melhor servisse ao que o Francisco queria dizer.

Esse conceito foi descoberto pela Beatriz:

“O que o balão tem é uma cauda.” (Beatriz)

Muitos dos conceitos abordados numa sessão de Filosofia com Crianças, e estes conceitos em particular (os conceitos de rabo, de buraco e de cauda), dificilmente surgirão nos manuais de filosofia que conhecemos, mas este tipo de análise conceptual (o que cabe e não cabe num conceito, qual o conceito mais adequado para esta ideia, qual a diferença entre diversos conceitos, etc.) é uma parte essencial do trabalho de qualquer filósofo graúdo.

É muito divertido ver estas crianças lidar com tanta mestria com esta competência filosófica tão complexa. Para elas tudo isto não passa de um jogo divertido em que se vão ajudando mutuamente até acertarem nas palavras certas. Julgo que para nós adultos a Filosofia também devia ser assim, um jogo em que nos ajudamos mutuamente até acertarmos nas palavras certas.

Tenho a certeza que isso tornaria a filosofia bem mais divertida.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s