Filósofos a Brincar

Sessão de Filosofia com Crianças no Jardim de Infância Chapéu de Palha (4-5 anos) 

“As crianças podem ser professores?” 

A resposta em uníssono das crianças não se fez esperar: “Nãããoooo!” 

Pedi-lhes que tivessem calma. Que a aula de filosofia ainda estava no início e ainda teríamos que pensar um pouco mais sobre esta pergunta. Concordaram comigo e para dar início à nossa investigação filosófica para descobrirmos se as crianças podem ser professores começámos por investigar o que faz um professor. Depois de sabermos bem que coisas é que fazem os professores poderíamos perceber se as crianças também podem fazer essas coisas. 

Algumas sugestões dos nossos filósofos: 

“Um professor trabalha”, disse-nos a Inês c0m 4 anos (e meio). Mas… as crianças não trabalham?, perguntei. O grupo, após um breve diálogo chegou à conclusão que as crianças também trabalham “quando fazem desenhos e pinturas“. 

– A Catarina disse-nos que “Um professor também escreve”. Perguntámos ao grupo se eles (crianças) também escreviam: “Sim, já escrevi convites para os meus anos”, disse o Lourenço. “Eu já escrevi uma carta ao pai natal”, contou-nos Catarina. “E às vezes escrevemos o nosso nome.” (David) Bom, agora já tínhamos duas coisas que os professores faziam mas que as crianças também fazem: trabalhar e escrever

“Um professor manda os meninos trabalharem”, disse o Diogo. Esta realmente parecia difícil. Não nos pareceu à primeira vista que as crianças pudessem mandar umas nas outras, mas o Lourenço fez-nos ver o contrário lembrando-nos que às vezes também manda os amigos arrumar um cantinho da sala, ou pintar de uma cor um desenho. Mais uma coisa em comum. Parece que tínhamos mesmo de continuar à procura de coisas que os professores fazem mas que as crianças não fazem. 

– A Beatriz lembrou-nos de uma função muito importante dos professores, “ajudar os meninos a ficarem mais espertos.” Aqui pareceu-nos mesmo que tínhamos encontrado uma coisa que as crianças definitivamente não fazem. O problema que tínhamos agora pela frente era mesmo muito difícil. Algumas das crianças revelaram a dificuldade sentida com esta pergunta levando as mão à cabeça. O grupo pensou muito durante alguns minutos mas ninguém parecia lembrar-se de situações em que meninos e meninas ajudem outros meninos e meninas a ficarem mais espertos . 

Estávamos prestes a dar-nos por satisfeitos com a resposta da Beatriz e concluir que as crianças não podem ser professores, pelo menos enquanto não conseguirem ajudar outros meninos a ficarem mais espertos, no entanto tivemos uma ajuda inesperada, a Educadora da sala dos 4-5 anos (entusiasmada com a discussão) resolveu ajudar os seus meninos e lembrou-lhes que muitas vezes “ensinam os amigos a jogarem jogos e esses jogos tornam-nos mais espertos.”  Com esta pequena batota* o grupo encontrou mais um ponto em comum entre o que fazem os professores e o que fazem as crianças. Agora estávamos prontos para tentar responder à pergunta inicial: 

– “As crianças podem ser professores?” 

A resposta em uníssono das crianças não se fez esperar: “Siiiiimmm!” 

 

 

*Nota Final:

 É claro que a intenção da Educadora foi a melhor do mundo, queria ajudar os “seus meninos”, mas não percebeu que ao dizer às crianças que elas podem de facto ensinar-se umas às outras estava a fazer exactamente o contrário do que se pretende numa sessão de Filosofia com Crianças, i.e., estava a pensar pelos seus alunos.   Este ponto é de extrema importância se queremos fazer verdadeiramente filosofia com as nossas crianças e é por isso que o sublinho bem aqui: por muito insatisfatória (ou pouco romântica) que nos pareçam as respostas a que as crianças chegam numa sessão destas, o importante é que sejam respostas atingidas pelo esforço de pensamento genuino das próprias crianças. O professor de Filosofia deve, por isso, evitar entregar às crianças pensamento mastigado na forma de mais um conteúdo para assimilar. Ao fazê-lo estamos simplesmente a pensar por elas e, como tal, a impedi-las de viverem esta aventura fantástica que é pensarem pelas próprias cabecinhas.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s